Início » Godzilla II: Rei dos Monstros (2019) Torrent Dublado e Legendado

Godzilla II: Rei dos Monstros (2019) Torrent Dublado e Legendado

Godzilla II: Rei dos Monstros - PosterBaixar Filme: Godzilla II: Rei dos Monstros Torrent – Vida longa ao Rei.

Título original: Godzilla: King of the Monsters

Direção: Michael Dougherty
Gênero: Ficção Científica, Ação

6.1

Lançamento: 2019
Duração: 132 min.

Qualidade de Áudio: 10
Qualidade de Vídeo: 10

Prêmios: 6 vitórias e 13 indicações.
Produção: Legendary Entertainment, Warner Bros. Pictures, Huahua Media, Toho Company, Ltd.

Sinopse: Nesta continuação que se passa cinco anos após Godzilla (2014), os integrantes da agência Monarch precisam lidar com a súbita aparição de vários monstros, incluindo Mothra, Rodan e Ghidorah. Enquanto buscam uma aliança com o próprio Godzilla a fim de garantir o equilíbrio da Terra, os humanos acabam fazendo parte de uma grande disputa por poder protagonizada por titãs.

Enredo: A nova história segue os esforços heróicos da agência de cripto-zoológico Monarch como seus membros enfrentam uma bateria de monstros do tamanho de Deus, incluindo o poderoso Godzilla, que colide com Mothra, Rodan e seu inimigo final, os três liderados rei Ghidorah. Quando essas superespécies antigas, consideradas mitos, se levantam novamente, todas elas competem pela supremacia, deixando a própria existência da humanidade na balança.

Baixar Godzilla II: Rei dos Monstros Dual Áudio Torrent

Baixar Godzilla II: Rei dos Monstros Dual Áudio Torrent
720pBluRay1,08 GBMKV[x265]Baixar
720pBluRay1,62 GBMKVBaixar
1080pBluRay2,49 GBMKV[3D]Baixar
1080pBluRay2,69 GBMKVBaixar
4kBluRay23,8 GBMKVBaixar

 

Baixar Godzilla II: Rei dos Monstros Dublado Torrent

Baixar Godzilla II: Rei dos Monstros Dublado Torrent
720pBluRay1,20 GBMP4Baixar
1080pBluRay3,12 GBMP4Baixar

 

Baixar Godzilla II: Rei dos Monstros Legendado Torrent

Baixar Godzilla II: Rei dos Monstros Legendado Torrent
720pBluRay1,06 GBMP4Baixar
1080pBluRay2,21 GBMP4Baixar
4kWEB-DL23,5 GBMKV[x265]Baixar

 
Classificação Indicativa: 12 anos.

Estreia no Cinema: 30/05/2019 (Brasil) – 31/05/2019 (Estados Unidos)
Lançamento Digital: 18/08/2019 (Brasil) – 13/08/2019 (Estados Unidos)
Lançamento DVD: 27/08/2019 (Estados Unidos)
 
Orçamento: U$ 170.000.000,00
Bilheterias: U$ 385.900.138,00

Resenhas

**Com uma história algo inventiva, tem melhores interpretações e valores de produção que o seu predecessor.**

Este filme é a previsível sequela de “Godzilla”, com o surgimento de uma legião de criaturas monstruosas chamadas Titãs. Gostei, no geral, do filme de 2014, e fui ver este filme com algum interesse, crente de que finalmente Godzilla estava a ter um tratamento mais interessante da parte do cinema. E confesso que não me sinto desiludido, na medida em que o filme é até melhor do que o seu predecessor em alguns pontos importantes.

O filme pega no ponto onde o anterior terminou e revela-nos os esforços feitos, desde então, para criar uma forma de entender e de reproduzir as vocalizações dos monstros já acordados. É com essa tecnologia que Emma Russel, aliada a um grupo de mercenários, tenta acordar os monstros ainda adormecidos que a Monarch monitora. Ela pensa que isso irá restaurar um equilíbrio natural no mundo, talvez através de um massacre. Confesso que achei esta parte do roteiro algo confusa. Contra ela está o ex-marido, Mark, que defende que todos os monstros deveriam ser simplesmente mortos ou deixados a dormir. Não importa, o facto é que eles acordam o único que deveria ter sido deixado a dormir: a hidra Guidorah, a única que tem capacidade para acordar todos os outros e controlá-los para massacrar a Humanidade. Cabe agora a Godzila e aos humanos seus aliados conter esta ameaça, ainda que isso signifique a destruição parcial do mundo.

Tal como no filme anterior, há coisas boas e más nesta história. É um pouco difícil acreditar que criaturas assim passariam milhares de anos a dormir sem serem detectadas por humanos curiosos. Por outro lado, o filme aproveita bem o material das lendas clássicas envolvendo monstros (Scylla, Kong, o Monstro de Loch Ness, a Hidra e outros). Não fiquei convencido pelas supostas origens alienígenas da Hidra, acho que é um detalhe pouco crível do roteiro. Há também um momento onde todos parecem tropeçar na civilização atlante, mas isso nunca é sequer referido.

O trabalho do elenco é mais agradável neste filme do que no seu predecessor. Para começo, senti que havia mais possibilidades de nos ligarmos às personagens. Essa aposta fez o filme ganhar mais interesse pois nós sentimo-nos mais envolvidos pela acção e importamo-nos mais com o que acontece. Godzilla, nesse aspecto, é uma personagem por direito próprio. De entre o elenco humano eu destacaria pela positiva Kyle Chandler e Vera Farmiga. Ambos fazem um bom trabalho, muito embora a personagem de Farmiga seja muito difícil de entender e pouco digna da nossa simpatia. Watanabe continua a manter a boa performance que começou no filme anterior, terminando-a brilhantemente. Não sei se todo o mérito é do actor ou se o argumentista também reservou um material melhor para o actor, mas o certo é que funcionou muito bem. Bradley Whitford, Aisha Hinds, Ziyi Zhang e Sally Hawkins fazem um bom trabalho de apoio. Millie Bobby Brown está quase a sobrar no filme e tem pouco para fazer, a não ser estar em perigo quando o roteiro precisa de um motivo extra para as personagens se mexerem mais depressa.

O filme manteve os bons valores de produção do seu antecessor. E não há dúvidas que há muito dinheiro investido. Um CGI grandioso e impressionante, com cenários de pura destruição em toda a parte, a aposta em um ambiente mais luminoso, que permite ao público ver melhor a destruição do mundo e as batalhas épicas que são travadas entre as ruínas humanas. Agora vemos melhor o que o primeiro filme manteve envolto em pó e sombras. As criaturas monstruosas também me parecem mais bem trabalhadas e realistas. Temos ainda impressionantes efeitos sonoros e visuais, um bom trabalho de pós produção, com excelente mistura e edição, efeitos especiais bem trabalhados, bons cenários, figurinos e adereços.

No geral, é um filme de acção e sci-fi satisfatório, com uma história algo rebuscada mas que funciona bem se não pensarmos muito nela. Dá para passar o tempo, embora não seja uma obra de arte de cinema. Godzilla continuará, certamente, a ser um monstro recorrente em cinema, muito embora não dê azo a filmes realmente bons. (Escrita por: Filipe Manuel Dias Neto)

Trailer

Elenco principal

  1. Kyle Chandler

    Kyle Chandler

    Mark Russell

  2. Vera Farmiga

    Vera Farmiga

    Emma Russell

  3. Millie Bobby Brown

    Millie Bobby Brown

    Madison Russell

  4. Ken Watanabe

    Ken Watanabe

    Dr. Ishiro Serizawa

  5. Zhang Ziyi

    Zhang Ziyi

    Dr. Ilene Chen / Dr. Ling

  6. Bradley Whitford

    Bradley Whitford

    Dr. Rick Stanton

  7. Sally Hawkins

    Sally Hawkins

    Dr. Vivienne Graham

  8. Charles Dance

    Charles Dance

    Alan Jonah

Atualizado em: 7 de maio de 2020 as 15:10